Esportes

A temporada de esqui no hemisfério norte já foi oficialmente aberta! Se você está arrumando as malas para curtir muito os esportes de neve, não pode esquecer de preparar também o corpo, para aguentar o esforço físico dos exercícios e realmente aproveitar ao máximo as emoções que a montanha pode oferecer.

Para dar uma ajudinha, nós separamos algumas dicas de treino para que você chegue no topo da montanha com o melhor preparo físico possível e alcance a sua melhor performance.

  1. Equilíbrio

Quando se trata de esportes na neve, equilíbrio é uma palavra-chave. Quanto melhor for o seu equilíbrio, mais tempo você passará, literalmente, em pé sobre a prancha ou sobre os esquis. Morando em um país que não tem neve, o jeito é apelar para treinos que simulem a postura e trabalhem os mesmos músculos que o esqui. Portanto, uma boa opção é usar a prancha de equilíbrio ou uma bola de exercícios, sempre mantendo o corpo inclinado, para que seja mais semelhante ao real. Na ausência desses equipamentos, você pode trabalhar exercícios de equilíbrio usando apenas o corpo. Ele as pernas frontal e lateralmente, de forma alternada, e a mantenha assim pelo maior tempo possível. Conforme o exercício for ficando fácil, você pode acrescentar fatores de dificuldade, como agachamento ou movimentos laterais ou dos braços.

  1. Esteja forte

Não é necessário virar um rato de academia, mas a musculação vai te ajudar muito a suportas bem as inúmeras descidas da montanha. Além disso, ter músculos fortes também lhe dará maior controle sobre o próprio corpo e, consequentemente, lhe proporcionará maior equilíbrio.

Os músculos mais exigidos tanto no esqui como no snowboard são os quadríceps e o abdômen. Portanto, trabalhe bastante os exercícios de perna e abdômen, mas não esqueça de que o corpo todo estará em movimento, então, separe alguns dias da semana para trabalhar todos os membros superiores.

Alguns exercícios bem completos, que podem ser incluídos na sua planilha de treinos: agachamento livre, agachamento terra, abdominal prancha, pulley costas e tríceps corda.

  1. Trabalhe o coração

Melhorar a capacidade cardiológica não faz mal a ninguém! Mesmo que o esqui não exija tanto do coração, é bom dar um “up” no condicionamento para conseguir aguentar as várias horas de exercício. Separe dois a três dias por semana para fazer exercícios aeróbios. Corrida, bicicleta e elíptico são ótimas opções. O ideal é que, pelo menos, uma vez por semana a atividade aeróbia seja mais lenta, mas com uma duração maior de, no mínimo, 60 minutos.


Escrito por

Thaís Teisen

Jornalista, formada pela FIAM-FAAM, com especialização em Mídias Digitais pela Universidade Metodista de São Paulo. É apaixonada por esportes, natureza, música e faz parte do time The North Face de Conteúdo Digital.