Curiosidades

Os benefícios das atividades físicas são muitos e bastante conhecidos. Estar sempre em movimento ajuda a manter o corpo saudável de diversas formas, desde o controle do colesterol, diabetes, pressão sanguínea e redução de riscos cardíacos até diversos outros fatores ligados ao desenvolvimento cerebral.

Em um artigo publicado no jornal britânico The Guardian, o neurocientista Ben Martynoga selecionou diversas pesquisas acadêmicas para demonstrar como os exercícios influenciam o cérebro de diferentes maneiras. Manter a mente saudável pode ser mais simples do que você imagina. Veja abaixo quais foram os resultados apresentados por ele:

Memória

Os exercícios aeróbios estão diretamente ligados ao hipocampo, a principal área responsável pela memória em nosso cérebro. As pesquisas científicas realizadas com crianças, adultos e idosos, identificaram que, quanto mais em forma fisicamente os pacientes estavam, maior era o hipocampo. Essa análise demonstra que as atividades cardiovasculares podem melhorar consideravelmente a memória.

O impacto não está apenas na memória de longo prazo, mas pode ajudar instantaneamente na absorção de informações. Em uma das pesquisas, os cientistas analisaram que voluntários que caminhavam ou pedalavam enquanto estudavam outra língua, acabavam tendo mais facilidade em aprender.

Concentração

Se você precisa melhorar a concentração, então, comece uma atividade física hoje. Um estudo feito com crianças na Alemanha identificou que a prática esportiva após o período de aula ajuda os alunos a terem mais foco em suas atividades. Após um ano de estudos, em que os pesquisadores realizaram atividades aeróbias com as crianças diariamente após as aulas, os cientistas perceberam que eles tinham evoluído em suas habilidades de controle mental. As crianças se tornaram melhor em ignorar distrações e armazenar informações. Os principais exercícios para este objetivos são atividades que envolvem coordenação motora e concentração ao mesmo tempo, como brincar com duas bolas ao mesmo tempo.

Humor

Se tem algo diretamente influenciado pelas atividades físicas são as emoções. É muito comum os corredores, por exemplo, sentirem uma enorme sensação de prazer e bem-estar durante ou após as atividades esportivas. Isso é real e comprovado cientificamente. O que os estudos mais recentes indicam é que essa sensação não necessariamente está ligada apenas à endorfina. A evidência é de que os exercícios atuam diretamente no Sistema Endocanabinoide. Este sistema fisiológico descoberto recentemente recebeu este nome em função da planta cannabis. Os receptores endocanabinóides são encontrados em todo o corpo e são essenciais na conexão entre o sistema imunológico e o cérebro, influenciando, entre outras coisas, o nosso humor e criatividade. As atividades físicas estimulam o sistema endocanabinoide, dando uma sensação de relaxamento e prazer.

Combater o declínio congnitivo

Manter o corpo saudável através de atividades físicas regulares também pode preservar as suas atividades cognitivas. Os pesquisadores garantem que com uma frequência de 30 a 45 minutos, três vezes por semana já sejam o bastante para reduzir os riscos de desenvolver demência e outras doenças que atingem as habilidades cerebrais e cognitivas das pessoas. Não é necessário que as atividades sem de alta intensidade. Uma simples caminhada já tem um resultado enorme, conforme os estudos realizados com idosos.

Clique aqui para acessar o artigo completo e entender outras influências das atividades físicas em nosso cérebro.


Escrito por

Thaís Teisen

Jornalista, formada pela FIAM-FAAM, com especialização em Mídias Digitais pela Universidade Metodista de São Paulo. É apaixonada por esportes, natureza, música e faz parte do time The North Face de Conteúdo Digital.