Conheça a história de Dona Mary, que no auge de seus 68 anos, está embarcando para uma trip de escalada que vai durar 3 meses

Imagine-se com 68 anos… Visualizou? Nesta imagem, o que você está fazendo? A Dona Mary está escalando!

Chefe de uma família de escaladores, Mary Lages, mais conhecida como Dona Mary, já é bastante famosa e até temida no meio da escalada. Sua primeira experiência com o esporte aconteceu há 20 anos, por incentivo do filho mais velho. Depois disso ela não parou mais.

Foto: Arquivo Pessoal

Foto: Arquivo pessoal

Entre seus feitos, está uma viagem de escalada pela França e muitos campeonatos. Duas coisas não faltaram nessas duas décadas: emoção e pódios. Dona Mary compete amadoramente em diversas categorias e coleciona troféus, inclusive, de disputas com mulheres de 30 a 35 anos.

Foto: Arquivo pessoal

Foto: Arquivo pessoal

Agora ela está pronta para mais uma aventura: uma viagem de três meses pelo Chile e Argentina em busca das melhores rochas para escalada Boulder e esportiva. Nesta missão, ela conta com a companhia do marido, Everton Ouriques (63), de um caiaque e de uma pick-up adaptada e transformada em trailer por eles mesmos.

O veículo da expedição

O automóvel que o casal usará na expedição é uma pequena pick-up courier com capota de fibra, totalmente preparada pelo próprio Everton. Todos os reforços para parte inferior foram projetados e instalados por ele, que é publicitário, mas também marceneiro, Bird Watcher, escalador, construtor, “professor pardal” e consultor para assuntos aleatórios. Na caçamba, Everton construiu um motor home do jeito que eles levam a vida: simples, sem supérfluos, compacto e perfeccionista, seguindo uma linha filosófica japonesa.

Conforme explicado por Yan Ouriques, filho do casal, no projeto do carro, foram utilizados o máximo de materiais reaproveitados possíveis. O tablado que sustenta a cama foi feito com a madeira que o pai usou para construir a primeira parede de escalada para os filhos, há 19 anos. O construtor manteve até os adesivos de marcação das vias e passou verniz por cima. “História não se apaga, se contempla”, diz Everton. O motor home adaptado ainda conta com filtro de água desenvolvido por ele, e um sistema muito interessante para guardar todo equipamento necessário na viagem.

Foto: Arquivo pessoal

Foto: Arquivo pessoal

A trip

Durante os próximos 100 dias Dona Mary e Everton viajarão por parte da Patagônia, juntando uma imensidão de experiências. A expectativa dos dois é se divertir muito, escalar bastante, entrar em sinergia com a natureza, clarear a mente e viver uma incrível aventura, que, é claro, sempre tem seus perrengues e que virão ótimas histórias e aprendizados para serem compartilhados em muitos domingos em família e aqui em nosso blog 😉

 

 

Escrito por Thaís Teisen
Thaís Teisen é jornalista, formada pela FIAM-FAAM, com especialização em Mídias Digitais pela Universidade Metodista de São Paulo. É apaixonada por esportes, natureza, música e faz parte do time The North Face de Conteúdo Digital.