Chegou o dia de falar de mais destinos nacionais na série #BonitoPorNatureza. A dica de hoje é a trilha para a Pedra do Sino, localizada no Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Além da paisagem maravilhosa, outro diferencial deste roteiro é a facilidade no acesso, já que a trilha começa da Sede do Parque Nacional, em Teresópolis, bem perto da capital fluminense.

A região é muito procurada por aventureiros que praticam as mais diversas atividades físicas. A Pedra do Sino, especificamente, é mais buscada por quem está quer uma boa trilha de nível médio de dificuldade em meio à vegetação nativa de Mata Atlântica.

Apesar de alcançar 2.263 metros de altitude, o caminho até o cume não é muito íngreme, o que torna a trilha pouco técnica. A dificuldade no trajeto está mesmo na distância. Da entrada do parque até o topo da Pedra do Sino são quase 12 quilômetros. Portanto, a caminhada dura de 5 a 6 horas, claro que dependendo muito do ritmo e da quantidade de paradas feitas, normalmente são muitas, pois o visual é de tirar o fôlego!

Um dos diferenciais deste destino é a estrutura que o parque oferece. A trilha da Pedra do Sino tem duas bases para descanso. A primeira delas é usada apenas para paradas rápidas. Mas, a Base 4 é um verdadeiro alojamento, equipado com fogareiros, panelas, talheres e chuveiros.

Os visitantes podem passar a noite na Base 4, mas, para isso, é necessário fazer uma reserva prévia. A base, que é bem próxima da Pedra do Sino, também possui uma área oficial para camping ao seu redor. Passar a noite no local, aliás, é uma ótima dica para os aventureiros que querem curtir o nascer e o pôr-do-sol numa paisagem maravilhosa de montanha.

 

Escrito por Thaís Teisen
Thaís Teisen é jornalista, formada pela FIAM-FAAM, com especialização em Mídias Digitais pela Universidade Metodista de São Paulo. É apaixonada por esportes, natureza, música e faz parte do time The North Face de Conteúdo Digital.