As corridas em trilhas são uma das melhores formas de conhecer lugares maravilhosos e realmente vivenciar uma imersão total na natureza. A Corrida de Trilha – Serra da Bodoquena vai permitir isso em uma das regiões mais lindas do Brasil: o Pantanal Sul-mato-grossense.

A prova, que acontece pela primeira vez neste ano, será realizada em 27 de setembro, na região da Serra da Bodoquena, que envolve o Refúgio Canaã e a Cara da Onça. O percurso é recheado de desafios e de grande diversidade em obstáculos, com subidas em morros, passagem por rios e cachoeiras de águas cristalinas, trechos de trilha e pedras.

Foto: Marcelo Sinoca/Arquivo Pessoal

Foto: Marcelo Sinoca/Arquivo Pessoal

Como um dos intuitos da Corrida de Trilha Serra da Bodoquena é valorizar a riqueza natural local, promovendo o turismo ecológico e as comunidades da região, a prova terá diferentes níveis de dificuldade. A maior distância será a meia-maratona (21km), em um percurso cuja elevação máxima chega a 470 metros. Na sequência, vem a prova de 12 km, com altimetria de 336 metros e, por fim, uma caminhada ecológica de 6 km.

Para garantir que a corrida tenha tudo o que uma boa prova de trilha precisa para ser agradável, a equipe responsável pela organização tem um nome de peso: Marcelo Sinoca. O ultramaratonista, atleta parceiro The North Face, foi convidado para ser o padrinho da Corrida de Trilha Serra da Bodoquena. No último final de semana ele mesmo foi até o Mato Grosso do Sul para conferir todos os detalhes do percurso e, ele garante que o circuito está maravilhoso, cheio de lindas paisagens e muito desafio.

Foto: Marcelo Sinoca/Arquivo Pessoal

Foto: Marcelo Sinoca/Arquivo Pessoal

A expectativa da organização é que a corrida vá além do esporte, contribuindo para a criação de um legado e valorizando todo o potencial que a região tem para a preservação ambiental e o turismo ecológico e de aventura.

O que levar em uma corrida de trilha?

– Tênis para trail running: Uma corrida na montanha exige um tênis específico para isso. Os solados usados no asfalto não são indicados para este tipo de prova e podem ser perigosos para os participantes. O ideal é ter um tênis para trilhas, que tenha cravos maiores na sola. Isso aumenta a tração ao solo, garante mais estabilidade e conforto durante todo percurso. Nossa dia é o Ultra Endurance GTX. Um modelo pensado para corridas técnicas e desafiadoras, com muita tecnologia de estabilidade e proteção e membrana impermeável Gore-Tex, que protege da água ao mesmo tempo em que deixa o pé respirar.

Foto: Marcelo Sinoca/Arquivo Pessoal

Foto: Marcelo Sinoca/Arquivo Pessoal

– Evite meias de algodão e com cano curto. O melhor é optar por meias de compressão com cano alto ou meio cano. Elas ajudam a melhora a circulação e evitam que o suor permaneça no tecido, deixando o pé úmido e mais propício a formação de bolhas.

– Leve um cinto ou mochila de hidratação. Diferente das provas de rua, as corridas de montanha não possuem tantas paradas para hidratação. Por isso, tenha sempre a sua própria garrafa em mãos.

– Dê preferência às roupas com Fator de Proteção Ultravioleta (FPU), para manter a pele sempre protegida dos raios solares. As camisetas da linha Ambition são excelentes opções.

– Não se esqueça de passar protetor solar e repelente. Esses detalhes simples fazem toda a diferença na trilha!

Clique aqui para ver mais informações e se inscrever para participar da Corrida de Trilha Serra da Bodoquena.

Escrito por Thaís Teisen
Thaís Teisen é jornalista, formada pela FIAM-FAAM, com especialização em Mídias Digitais pela Universidade Metodista de São Paulo. É apaixonada por esportes, natureza, música e faz parte do time The North Face de Conteúdo Digital.