14863560864_d5ce12631a_k

O Salar de Uyuni é um dos destinos mais impressionantes da América do Sul. Localizado na Bolívia, esta imensidão de sal atrai turistas do mundo inteiro e, mesmo que chegar até lá seja um pouco complicado e a região não seja referência em estrutura turística, este é um roteiro que vale todos os esforços.

As imagens do Salar falam por si só, mas, como não custa reforçar, nós separamos alguns motivos especiais, que podem te ajudar a decidir incluir este roteiro na lista das próximas viagens.

  1. Grandiosidade

O Salar de Uyuni é o maior mar de sal do mundo, abrangendo uma área impressionante de mais de 10 mil metros quadrados.

  1. Diferentes paisagens de acordo com a época do ano

Durante o inverno os turistas se deparam com uma imensidão branca que parece não ter fim. Já durante os período mais quentes, o degelo e as chuvas na região cobrem o Salar com uma fina camada de água, que reflete totalmente o céu por todos os lados.

  1. 2 em 1

Não é necessário fazer uma viagem exclusiva ao Salar de Uyuni. É possível incluí-lo no roteiro de aventuras pelo Deserto do Atacama. Assim, você já conhece dois destinos incríveis de uma vez só.

  1. Lá tem flamingo

Sabe os flamingos, aquela espécie linda e pouquíssimo comum a nós brasileiros? Eles costumam visitar o Salar de Uyuni durante o verão. E, para ficar ainda melhor, nós informamos que não é apenas um tipo de flamingo. O salar abriga até três espécies sul-americanas da ave: o chileno, o andino e o flamingo de James.

  1. Águas termais e gêiseres

Sabe aquele banho relaxante em água morna, que cai bem em qualquer lugar? Em um passeio pelos arredores do Salar é possível curtir um bom banho nas piscinas naturais de água termal e ainda conferir de perto um gêiser exalando muito vapor.

 

Escrito por Thaís Teisen
Thaís Teisen é jornalista, formada pela FIAM-FAAM, com especialização em Mídias Digitais pela Universidade Metodista de São Paulo. É apaixonada por esportes, natureza, música e faz parte do time The North Face de Conteúdo Digital.