S15_RUN_Fisher_7047

O Marcelo Sinoca é um dos corredores de montanha mais conhecidos do Brasil. Então, nada melhor do que ouvir de alguém que já disputou provas nos mais diversos lugares do mundo, com condições climáticas extremas e tem muita experiência, para pegar dicas de quais tipos de roupas e acessórios usar em uma corrida.

O assunto da vez era lã merino. Veja exatamente o que ele nos contou:

“Eu conheci a lã de merino em 2009, quanto eu comecei a fazer provas longas de corrida de aventura. Na época, eu usava lã de merino somente no pé, a meia. Eu gostava bastante, porque, como nessas provas a gente vara noite, tem vários rios, está sempre trocando o terreno, ou seja, 100% do tempo a gente tá com o pé molhado, eu precisava de uma meia que me proporcionasse conforto, me desse segurança e mantivesse o meu pé seco. Foi nas meia de lã merino que eu consegui manter o meu pé sempre seco, principalmente na parte de baixo do solado. E o pé não dobrava, assim eu conseguia correr longas distâncias sem fazer uma bolha e sem perder a performance.

Foi em 2011 que realmente eu conheci todas as vertentes da lã merino em outras roupas também. Quando eu fui pela primeira vez para a Patagônia Expedition Race, que era a prova considerada a mais inóspita do Planeta, de 800 km de corrida de aventura, eu comecei a usar a segunda pele (blusa e calça) de merino, junto com as meias. Depois disso eu fiquei fã e em todas as provas longas eu uso as segunda peles de merino e também as meias.

O interessante do merino, e que muitos brasileiros ainda estão começando a conhecer (eu falo isso porque muitos alunos meus ainda não conhecem), é que as pessoas costumam pensar que ele é indicado apenas para locais frios. Mas, ele tem a grande vantagem de ser usada nos dois extremos, tanto no frio, como no calor extremo. Ele deixa a temperatura do corpo equilibrada no nível certo. Então, se você estiver no calor extremo, ele vai manter o seu corpo fresco, arejado e protegido, e no frio também. Essa é a grande vantagem, por isso que eu uso.”

No Ultra Trail

“Eu uso sempre merino. Mesmo antes de chegar ao Brasil, eu já comprava de fora. Para ter noção, eu tenho uma meia desde 2013 e ela ainda está em perfeita condição. A durabilidade do merino é impressionante. Ele não dá cheiro, dura muito e tem todos esses benefícios já citados anteriormente. Enfim, eu sou super fã de merino!”

Também é fã?

Você também é fã de lã merino ou ficou curioso para testar esse material e ver se é realmente tudo isso que o Sinoca falou? Confira aqui todos os produtos Smartwool, feitos em lã merino.

Escrito por Thaís Teisen
Thaís Teisen é jornalista, formada pela FIAM-FAAM, com especialização em Mídias Digitais pela Universidade Metodista de São Paulo. É apaixonada por esportes, natureza, música e faz parte do time The North Face de Conteúdo Digital.