FOTO 16 - VALLEY OF FIRE

Viagens e aventuras são duas coisas que combinam perfeitamente com o apresentador Fernando Navarro. Recentemente, ele e a namorada, Renata Lunardi, pegaram as malas e as câmeras e embarcaram em uma roadtrip incrível pela Califórnia. A viagem teve todo tipo de aventura, desde passeios por praias famosas até incontáveis descidas de snowboard pela Mammoth Mountain, uma das maiores estações de ski dos Estados Unidos.

O casal registrou todos os detalhes das emoções incríveis que eles viveram nessa viagem e vieram aqui compartilhar tudo com a gente! Confira, nas palavras do próprio Fernando Navarro:

Planejar uma viagem nunca é fácil. Planejar uma viagem que você vai cruzar praias, desertos, montanhas e neve, é mais complicado ainda. Começa pela mala, já imaginou a diversidade de roupas que você precisa levar? Nossa missão era cruzar a Califórnia inteira de carro em busca de aventuras. Eu e a Renata Lunardi, somos aquele casal que curte uma boa dose de adrenalina! Surf, Skate, Snowboard, trilhas em parques estaduais e fotografia de belas paisagens são algumas das paixões que nos movem e a Califórnia tinha tudo isso a nos oferecer.

Nosso prazo era de vinte e um dias para percorrer pouco mais de 5.000 KM, tempo suficiente para conhecer todos os lugares com certa tranquilidade. Saímos de São Paulo com destino a Los Angeles e a aventura já começou na escala em Dallas, perdemos quatro voos por conta do atraso da companhia aérea, mas até ai nada demais, apenas um pequeno perrengue para nos preparar para a road trip.

Já em Los Angeles alugamos um carrão, aquelas barcas de sonho de todo moleque aventureiro, cabia tudo dentro, skate, snow, malas equipamentos de filmagem e tudo mais. Adesivamos a nave e passamos os primeiros dias em LA mesmo. Aquele programão de turista. Passeio na Rodeo Drive, visita a calçada da fama em Hollywood, rolezinho em Venice Beach, mas o bacana mesmo foi o Griffith Observatory, o ponto mais alto de Los Angeles, um visual de tirar o fôlego de uma das cidades mais caóticas do mundo.

Pôr-do-Sol em Griffith. - Foto: Fernando Navarro

Pôr-do-Sol em Griffith. – Foto: Fernando Navarro/Arquivo Pessoal

A viagem começou mesmo a partir do terceiro dia quando pegamos a Highway 1, a famosa Pacific Coast Highway, estrada que liga São Francisco até São Diego costeando todo o litoral Californiano. A estrada realmente é tudo aquilo o que falam mesmo. A região mais bonita fica em Big Sur, perto de Carmel e Monterrey, cidade que abriga um dos mais famosos aquários do mundo. O Aquário em si é muito bonito, destaque para as águas vivas que colorem todo o ambiente, mas a gente prefere ambientes abertos. Sim, valeu a visita, mas não iríamos novamente.

Big Sur Highway. - Foto: Fernando Navarro

Big Sur Highway. – Foto: Fernando Navarro/Arquivo Pessoal

Já ouviu o ditado, as coisas mais bonitas da vida são de graça, não custam nada?? Pois é, somos adeptos a ele… Nesse caso não foi de graça, mas apenas dez dólares foram preciso para entrar na 17 Mile Drive, uma estrada lindíssima entre Carmel e Monterrey que costeia alguns dos campos de golfe mais bonitos de toda a Califórnia, é mar de um lado e campos verdes do outro, que lugar…

17 Mile Drive. - Foto: Fernando Navarro

17 Mile Drive. – Foto: Fernando Navarro/Arquivo Pessoal

Próxima parada: São Francisco! Meu amigo, quanta gente perturbada… Cidade caótica, preços abusivos, gente falando sozinha na rua… Ali não tinha a nossa cara, passamos um dia, fizemos uma foto na Golden Gate e área…. Estávamos atrás de aventura, esporte e lazer.

Baía de São Francisco. - Foto: Fernando Navarro

Baía de São Francisco. – Foto: Fernando Navarro/Arquivo Pessoal

De São Francisco descemos a Highway 1 sentido Los Angeles novamente. Passamos por Santa Cruz, a cidade onde praticamente nasceu o surf na Califórnia; Santa Barbara, uma cidade perfeita para morar quando for velhinho; Rincon Point, uma das melhores ondas da Califórnia; Malibu do famoso seriado americano e Santa Monica com o seu fotogênico pier cheio de atrações.

Píer de Santa Monica. - Foto: Fernando Navarro/Arquivo Pessoal

Píer de Santa Monica. – Foto: Fernando Navarro/Arquivo Pessoal

Ainda nesta descida passamos por uma cidade abandonada muito surreal. Uma antiga base militar americana que foi desativada há vinte cinco anos. Cenário mais do que perfeito para uma sessão de fotos underground. 

Cidade abandonada. - Foto: Fernando Navarro/Arquivo Pessoal

Cidade abandonada. – Foto: Fernando Navarro/Arquivo Pessoal

Ficamos na região de Hermosa Beach por três dias. Aproveitamos para andar de bike, skate, a Renata jogou seu vôlei de praia, conhecemos Manhathan Beach, Marina del Rey, Palos Verdes, Trestles Beach, e infelizmente, Laguna Beach. Digo infelizmente, porque esse foi o ponto mais baixo de nossa viagem, um perrengue de verdade. Paramos o carro para curtir mais um espetacular pôr-do-sol Californiano e nosso carro não estava com o porta-malas direito, foi o tempo suficiente para sermos furtados. Acredite, roubaram minha mala com todos os equipamentos fotográficos, celular e tripé. A única coisa que salvou foi a câmera e uma lente objetiva que estava em uso no momento. Um prejuízo sem tamanho e um aprendizado enorme! Depois disso ouvimos outras histórias como a nossa, infelizmente, até nos Estados Unidos a coisa está feia.

Hermosa Beach. - Foto: Fernando Navarro/Arquivo Pessoal

Hermosa Beach. – Foto: Fernando Navarro/Arquivo Pessoal

Trocamos de carro por conta do porta-malas que não funcionava e seguimos viagem com destino a Las Vegas, conhecida mundialmente por seus incríveis shows e casinos. Mas legal mesmo em Vegas, além do Cirque de Soleil, são as cidades vizinhas. Cerca de 1 hora e meia de carro fica o Valley of Fire, o deserto de fogo. Um parque estadual absolutamente espetacular.  As fotos falam por si!

Valley of Fire. - Foto: Fernanco Navarro/Arquivo Pessoal

Valley of Fire. – Foto: Fernanco Navarro/Arquivo Pessoal

Valley of Fire. - Foto: Fernando Navarro/Arquivo Pessoal

Valley of Fire. – Foto: Fernando Navarro/Arquivo Pessoal

Mais duas horas e meia de Las Vegas está o Grand Canyon, um dos maiores Canyons do mundo. Lá optamos por fazer um tour de helicóptero dentro da cratera, uma experiência de vida fantástica. Sobrevoar aquela região e pousar na margem do rio com o imponente Canyon acima da sua cabeça é a sensação de que não somos nada nesta vida. Também fizemos uma trilha dentro do parque até o ponto mais alto do Canyon, uma visão grandiosa!

Grand Canyon. - Foto: Fernando Navarro/Arquivo Pessoal

Grand Canyon. – Foto: Fernando Navarro/Arquivo Pessoal

Do clima desértico de Las Vegas rumamos em direção às montanhas nevadas de Mammoth Lake. Para isso cruzamos a Death Valley road, a estrada do Vale da Morte, definitivamente a mais bonita de toda a viagem. Dirigimos horas sozinhos, nem uma alma nos acompanhava. Retas intermináveis e montanhas nevadas nos colocavam dentro de um filme da vida real. Jamais iremos nos esquecer deste trajeto.

Death Valley. - Foto: Fernando Navarro/Arquivo Pessoal

Death Valley. – Foto: Fernando Navarro/Arquivo Pessoal

Mammoth Mountain é uma das maiores estações de ski dos Estados Unidos, é conhecida por ser a primeira estação a abrir e a última a encerrar suas atividades. Foi o famoso final com chave de ouro, andamos de snowboard até as pernas não aguentarem mais, passeamos em bosques nevados e curtimos todas as particularidades dessa pacata cidade. Uma montanha que vai ficar para sempre em nossos corações.

Mammoth Mountain. - Foto: Fernando Navarro/Arquivo Pessoal

Mammoth Mountain. – Foto: Fernando Navarro/Arquivo Pessoal

Cinco mil e duzentos quilômetros de histórias pra contar, de companheirismo, de visuais inesquecíveis, de músicas ouvidas, conversas maduras, outras nem tanto, mas acima de tudo, uma sensação única de NEVER STOP EXPLORING!!!

Confira abaixo o vídeo de toda essa aventura.

Escrito por Thaís Teisen
Thaís Teisen é jornalista, formada pela FIAM-FAAM, com especialização em Mídias Digitais pela Universidade Metodista de São Paulo. É apaixonada por esportes, natureza, música e faz parte do time The North Face de Conteúdo Digital.