Notícias

A Unesco divulgou neste mês a lista com os novos patrimônios naturais e culturais da humanidade. No total, 19 locais foram incluídos, 13 deles se enquadram entre os patrimônios culturais, três destinos foram identificados como patrimônios naturais e outros três são considerados mistura entre natural e cultural.

Com essa novidade, a lista de patrimônios culturais e naturais da humanidade agora soma 1092 locais espalhados por 167 países. Veja quais são os novatos entre os patrimônios naturais e já os inclua na lista de viagens 😉

Barberton Makhonjwa Mountains – África do Sul

Situado no nordeste da África do Sul, este local compreende 40% do cinturão verde de Barbeton, onde está uma das estruturas geológicas mais antigas do mundo. De acordo com a Unesco, as Montanhas Barbeton Makhinjwa são a sucessão de rochas vulcânicas e sedimentares mais bem preservadas do mundo. A cadeia de montanhas data de 3,6 a 3,25 bilhões de anos e possui fendas causadas pelo impacto de meteoros que atingiram a Terra há mais de 4 bilhões de anos.

Barberton Makhonjwa Mountains_africa do Sul
Barberton Makhonjwa Mountains concentra uma das estruturas geológicas mais antigas do mundo. – Foto: Billandkent/Flickr – Creative Commons

Chaîne des Puys – França

É o local perfeito para entender como as placas tectônicas funcionam. O Chaîne des Puys está localizado no centro da França, em uma área onde é possível encontrar a falha tectônica de Limagne, os alinhamentos dos vulcões Chaîne des Puys e o relevo invertido da Montanha da Serra. O local é um ponto emblemático da Europa Ocidental com características geológicas únicas, que mostram como a crosta do continente se rompe e colapsa, permitindo que o magma profundo suba e cause elevação na superfície. Este é o local perfeito para visualizar com clareza o desmembramento dos continentes através do deslocamento das placas tectônicas.

Chaîne des Puys
Chaîne des Puys é o local perfeito para entender como as placas tectônicas funcionam. – Foto: Pierre Soissons/Unesco

Fanjingshan – China

Localizado na cordilheira de Wuling, Fnajingshan é uma espécie de refúgio em rocha. Ela possui 500 metros de altura e está a 2.570 metros acima do nível do mar. Por estar em uma região praticamente intocada e ter características tão únicas, essa rocha se tornou o lar de espécies milenares. De acordo com a Unesco, lá é possível encontrar espécies de plantas e animais originárias do período terciário, muitas delas já ameaçadas de extinção, como a salamandra gigante, o faisão de Reeve, entre outros.

Fanjingshan
Fanjingshan é um verdadeiro refúgio chinês. – Foto: Office of the Leading Group for World Heritage Application of Tongren City/Unesco

Clique aqui e veja a lista completa com os novos Patrimônios Culturais e Naturais da Unesco.

 


Escrito por

Thaís Teisen

Jornalista, formada pela FIAM-FAAM, com especialização em Mídias Digitais pela Universidade Metodista de São Paulo. É apaixonada por esportes, natureza, música e faz parte do time The North Face de Conteúdo Digital.