2013-08 Kemple Rainier Youth 040

Saco de dormir é algo essencial em qualquer aventura que dure mais de um dia. Este equipamento pode ser o seu melhor amigo em uma expedição, mas, se mal escolhido, também pode ser o responsável por noites mal dormidas, muito frio, calor e diversos perrengues. Por isso, é muito importante conhecer os detalhes e as indicações de uso de cada modelo, antes de definir qual completa melhor a sua lista de bagagem.

Nós separamos alguns detalhes que você precisa atentar antes de escolher o seu:

  1. Tipo de Isolamento Térmico

Os sacos de dormir podem ter isolamento em plumas de ganso ou sintético. Cada um dos materiais oferece suas próprias vantagens. As plumas, por exemplo, tendem a ser muito mais compressíveis. Já os isolamentos sintéticos têm a vantagem de manter as propriedades de aquecimento mesmo quando têm contato com a umidade.

  1. Temperatura de conforto

A densidade e o tipo de material utilizado no isolamento determinam o poder de um saco de dormir, ou seja, são esses pré-requisitos que definem a temperatura indicada para cada um dos modelos. Existem sacos pensados para proteger aventureiros na alta montanha, que enfrentarão temperaturas extremas, e outros mais adequados para um camping na praia, por exemplo, e outras situações com clima mais ameno.

  1. O tipo de zíper

Alguns sacos de dormir têm abertura central e outros lateral. Você pode observar que os modelos pensados para a alta montanha, desenhados para temperaturas extremas, normalmente abrem na altura do peito, como uma jaqueta. Isso foi estrategicamente pensado para reduzir a perda de calor nessas situações. Os sacos de dormir desenvolvidos para aventuras em temperaturas mais amenas costumam ter abertura pela lateral, com opção para zíperes “mão esquerda” ou “mão direita”, uma das facilidades para destros e canhotos.

Alguns modelos específicos com abertura lateral ainda têm a vantagem de poderem ser acoplados através do zíper, formando um grande abrigo, ideal para aventuras a dois. Neste caso, a conexão é possível apenas se um dos sacos de dormir for “mão esquerda” e o outro “mão direita”.

  1. Sobre a região da cabeça e dos pés

O corpo humano tende a perder grande quantidade de calor através da cabeça e dos pés. Portanto, é imprescindível que os sacos de dormir tenham estrutura pensada para proteger melhor essas partes do vento e da umidade. Alguns modelos têm as duas regiões equipadas com materiais impermeáveis, para impedir que a umidade do solo ou do ambiente passar para o corpo.

  1. Formato sarcófago

Este é um termo muito comum quando falamos de sacos de dormir para temperaturas negativas e/ou extremas. Quando um saco de dormir tem formato sarcófago, isso significa que a região do capuz e colarinho são modelados para manter a cabeça totalmente protegida, deixando a menor área possível à mostra. Além disso, a região dos pés também tem formato anatômico, realmente semelhante ao dos antigos sarcófagos egípcios, para garantir conforto total durante o período de descanso.

  1. Saco de compressão

É bem comum que um saco de dormir venha acompanhado de um saco de compressão, extremamente útil durante o transporte e por toda a sua aventura. Os sacos de compressão mantêm os sacos de dormir sempre no seu menor tamanho possível. No entanto, é muito importante lembrar que eles não são ideais para manter os sacos de dormir armazenados por muito tempo. Quando não estiver em uma expedição, o melhor a fazer é deixar o seu saco de dormir guardado sem estar comprimido, para que possa respirar e manter todas as suas características intactas por muito mais tempo. Isso evita que as fibras fiquem viciadas, prejudicando o formato original do saco de dormir.

 

Escrito por Thaís Teisen
Thaís Teisen é jornalista, formada pela FIAM-FAAM, com especialização em Mídias Digitais pela Universidade Metodista de São Paulo. É apaixonada por esportes, natureza, música e faz parte do time The North Face de Conteúdo Digital.