Timothy Olson, Chamonix, France. Photographer: Tim Kemple. The North Face Rights Expire: 09_15_15

As boas práticas sociais são, na maioria das vezes, simples de serem colocadas em prática e podem resultar em um convívio muito mais harmonioso com todos os que estão ao seu redor. No dia-a-dia isso é essencial e em uma trilha, esses detalhes e pequenas normas de conduta social, são ainda mais importantes. Por isso, nós separamos algumas dicas para quem está começando e quer fazer bonito nas trilhas e conquistar ainda mais aventuras e novos amigos.

  1. Converse com o seu grupo antes, durante e depois

Ao planejar uma trilha, seja ela de um dia ou mais, é necessário conversar muito bem com o grupo antes de ir, para que todos estejam em pleno acordo. Falem sobre o percurso, as opções de paradas, descanso e, principalmente, decidam sobre o camping e horários estimados para cada etapa do trajeto. Isso evita muitos desconfortos pelo caminho.

  1. Respeite o ritmo dos seus colegas

Uma norma primordial em um trekking ou hiking em grupo é: respeitar o ritmo dos demais. A melhor forma de estar em harmonia com todos os colegas de viagem é seguir o ritmo da pessoa mais lenta do grupo. Assim, ninguém fica sobrecarregado e todos conseguem aproveitar tudo o que a experiência pode proporcionar.

  1. Seja educado com os outros exploradores que encontrar pelo caminho

Aproveite a viagem para conhecer outras pessoas, fazer amizades, trocar experiências ou, simplesmente, ser polido e educado com os outros aventureiros que cruzarem o seu caminho. Além disso, quando estiver caminhando em grupos, lembre-se de abrir espaço e dar passagem para que os grupos menores e viajantes solitários passarem e tente manter uma distância confortável entre eles, assim, ninguém atrapalha a privacidade de ninguém.

  1. Interfira o menos possível na natureza

Um bom aventureiro aproveita o máximo da vida ao ar livre, deixando o menor rastro possível. Isso inclui não interferir na natureza, seja retirando algo de lá, deixando “rastros” e, até mesmo, alimentando os animais silvestres. Eles têm hábitos próprios e isso não inclui a maior parte dos alimentos com os quais nós estamos acostumados. Ah, vale lembrar que se você encontrar lixo ou qualquer resíduo que não seja natural, o melhor a fazer é recolher, mesmo que ele não seja seu.

  1. Evite fazer muito barulho, principalmente à noite

Se a sua trilha inclui acampamento, tenha cuidado com o seu volume, principalmente à noite. Evite músicas ou conversas muito altas, pois isso interfere bastante na vida selvagem. Atente também à quantidade de luzes. Use apenas a iluminação necessária, para que os animais também possam descansar em paz durante a noite toda.

Foto: Anais and Dax

Foto: Anais and Dax

  1. Faça listas com o que levar na mala

Essa não é uma dica específica para a trilha, mas este cuidado prévio pode comprometer toda a aventura. Antes de arrumar a mochila, pesquise quais itens são essenciais para garantir o seu conforto e segurança durante a trilha, faça uma lista, troque informações com trilheiros mais experientes e garanta que tenha tudo o que precisa ao alcance da sua mala. Este planejamento pode definir se a sua viagem será um sucesso ou um perrengue.

  1. Aproveite muito ao invés de reclamar

Todas as viagens têm altos e baixos, isso é normal. Mas, valorizar apenas o que acontece de ruim, não faz a experiência ser melhor. Portanto, evite reclamar no caminho. Isso pode desmotivar as outras pessoas também. Ao invés disso, aproveite o que a oportunidade pode proporcionar de bom, foque no que é diferente, valorize os bons momentos em grupo e a beleza da natureza. E se der errado, transforme o perrengue em histórias divertidas, que serão lembradas e contadas para sempre. Com certeza isso fará a sua experiência ser ainda mais marcante e feliz.

 

Escrito por Thaís Teisen
Thaís Teisen é jornalista, formada pela FIAM-FAAM, com especialização em Mídias Digitais pela Universidade Metodista de São Paulo. É apaixonada por esportes, natureza, música e faz parte do time The North Face de Conteúdo Digital.