Produtos e Equipamentos

As botas são feitas para sujar, isso é óbvio é faz parte de todas as aventuras. Porém, para que a sua bota dure muito mais tempo é necessário tomar alguns cuidados, principalmente no que refere à limpeza e higienização do produto antes de guardá-la no armário depois da trilha.

Aliás, antes de falarmos da limpeza, vale lembrar que o melhor jeito de manter a sua bota sempre em boas condições é usando-a para valer. Calçados que ficam guardados no armário por muito tempo acabam sofrendo com as intempéries do clima, ressecam e, por fim, têm a sua estrutura comprometida. Nós já falamos sobre esse assunto, também conhecido como hidrólise, em outro post e se você quiser entender melhor o que estamos falando, clique aqui.

Como limpar a sua bota

Fazer a higienização adequada da sua bota é algo bastante simples, na verdade. Os materiais necessários são apenas:

– Escova para calçados ou algum outro modelo com cerdas macias

– Sabão neutro

– Água

O processo

Antes de começar a lavagem o mais indicado é remover os cadarços e as palmilhas de seu calçado. A segunda etapa é aproveitar que a sua bota ainda está seca e passar a escova por toda a superfície para retirar o excesso de poeira, pedras e qualquer outro resíduo que, porventura, tenha se acumulado no tecido ou na sola de sua bota.

Feito isso passe a bota na água para começar a lavagem. Não são recomendados detergentes ou sabão em pedra, pois eles podem acabar comprometendo o couro (no caso de ser um material estrutural da sua bota) e as membranas impermeáveis. Existem sabões específicos para a lavagem de calçados, mas o sabão neutro líquido já dá conta deste recado muito bem.

Também não é necessário aplicar o sabão direto em sua bota. Você pode diluí-lo em um balde com água, se quiser, você ainda pode incluir vinagre a essa mistura. Ele ajuda a matar as bactérias e é uma opção saudável e ambientalmente correta para a limpeza de roupas e calçados em geral.

Nunca coloque a sua bota na máquina de lavar. Apenas use uma escova macia para retirar a sujeira da superfície e retira o sabão em água corrente. Tenha cuidado para não deixar resíduos de produtos químicos que possam prejudicar a sua bota e as tecnologias nela aplicadas em longo prazo.

Após esfregar e enxaguar a sua bota, repita o processo também com os cadarços e com a palmilha do seu calçado. Não use a máquina de secar, em contrapartida, deixe que a sua bota seque naturalmente em local arejado. Quando colocadas em ambientes com alta temperatura, a estrutura da bota pode sofrer danos, principalmente nas partes que são fixadas por cola. Portanto, se você precisa acelerar o processo de secagem da sua bota, uma opção é usar um ventilador ou colocar jornais ou panos de alta absorção na parte interna da bota, para retirar o excesso de água.

Para guardar

Nós já falamos que bota parada acaba estragando, mesmo que ela tenha sido usada pouquíssimas vezes. Mas, entre uma aventura e outra, o mais indicado é realmente fazer a limpeza do seu calçado e depois guardá-lo em um local seco e arejado.

Saiba mais:

–> Entenda porquê uma bota parada pode estragar mesmo sem ser usada

–> 5 dicas para não errar na hora de comprar a sua bota

–> Por que é tão importante usar a bota certa na trilha?


Escrito por

Thaís Teisen

Jornalista, formada pela FIAM-FAAM, com especialização em Mídias Digitais pela Universidade Metodista de São Paulo. É apaixonada por esportes, natureza, música e faz parte do time The North Face de Conteúdo Digital.